sábado, 28 de agosto de 2010

A TELEVISÃO

                A televisão, apesar de nos trazer uma imagem concreta, não fornece uma reprodução fiel da realidade. Uma reportagem de tevê, com transmissão direta, é o resultado de vários pontos de vista: 1) do realizador, que controla e seleciona imagens num monitor; 2) do produtor, que poderá efetuar cortes arbitrários; 3) do camaraman, que seleciona os ângulos de fimagens; finalmente, de todos aqueles capazes de intervir no processo de transmissão. Por outro lodo, alternando sempre os closes ( apenas o rosto de uma personagem no video, por exemplo) com cenas reduzidas ( a vista geral de uma multidão), a televisão não dá ao espectador a liberdade de escolher o essencial ou o acidental, ou seja, aquilo que ele deseja ver em grandes ou pequenos planos. Dessa forma, o ceiculo impõe ao receptor a sua maneira essencialíssima de ver o real.                                                                                          Muniz Sodré, A comunicação do grotesco.
SÍNTESE E ANÁLISE
Para se construir um texto dissertativo, exisgem-se duas operações mentais básicas:
  • síntese;
  • análise.
                 A síntese constitui a capacidade do indivíduo de isolar aspectos secundários e captar o fundametal dentro de um conjunto.
                Consideremos o texto "A televisão" como um conjunto. Estão presente nele vários aspectos secundarios relacionados a um aspecto básico, que constitui a síntese do texto.
 
1. Qual das frases abaixo pode ser apontada como a síntese do texto?
a) A televisão não fornece uma reproduçao fiel da realidade.
b) Uma reportagem de tevê é o resultado de vários pontos de vista.
c) O realizador de uma reportagem de tevê contola e seleciona imagens num monitor.
d) A televisão não dá liberdade ao espectador.
Obs: A síntese corresponde à idéia central de um texto.
2) A palavra "análise" provém da língua grega e significa "dividir".

8 comentários: